Estudo COLCOT: colchicina no pós-IAM. Vale a pena?

O uso do  anti-inflamatório colchicina no tratamento após um infarto agudo do miocárdio (IAM) nos 30 primeiros dias reduziu significativamente o desfecho composto de eventos cardiovasculares em comparação ao placebo num grande estudo randomizado. No estudo COLCOT, foram estudados 4.745 pacientes com história de IAM recente, a colchicina em baixa dose de 0,5 mg/dia, diminuiu…

Escitalopram na prevenção da depressão após Síndrome Coronariana Aguda

Introdução Os inibidores seletivos da recaptação de serotonina (ISRS) são os antidepressivos mais utilizados no tratamento dos transtornos do humor em pacientes com miocardiopatia isquêmica. Os dados sobre a segurança cardiovascular em pacientes com evento cardíaco agudo são provenientes de estudos randomizados com seguimento de até seis meses. Os resultados de estudos sobre a associação…

IAM com supra e FE preservada, posso usar espironolactona?

Este artigo teve como base a recente revisão sistemática e matanálise publicada em 21/05/18 no JAMA Internal Medicine com título original “Aldosterone Antagonist Therapy and Mortality in Patients With ST-Segment Elevation Myocardial Infarction Without Heart Failure”. A intervenção coronária percutânea (ICP) primária ou fibrinólise química é recomendada para pacientes com infarto agudo do miocárdio com…